5/5

Lexin com 6 comprimidos Duprat 300 mg

28 pessoas vendo este produto agora
O Lexin é um antibiótico destinado ao tratamento de infecções do trato respiratório nos pets, como sinusite, otite, amigdalite e faringite. Além disso, esse medicamento também pode ser utilizado para tratar infecções da pele e tecidos moles, que são aqueles que ficam por baixo da pele, como erisipela, que é uma infecção de pele, infecções dos ossos, infecções da bexiga e dos rins e até mesmo infecções dos dentes.

Como usar o Lexin?

Esse remédio deve ser administrado via oral, diretamente na boca do animal, independentemente da alimentação do pet. Isso porque a cefalexina monihidratada, que é a matéria-prima do medicamento, é estável no suco gástrico.
Para os cães, é necessário utilizar 30 mg do medicamento para cada quilo de peso do animal, o que é equivalente a um comprimido para cada 10 kg de peso corpóreo. O intervalo entre as doses deve ser de 12 horas, ou seja, é indicada a ingestão do medicamento duas vezes ao dia.
A duração do tratamento pode variar. Isso vai depender da resposta clínica do seu pet e dos resultados dos exames, normalmente realizados pelos médicos-veterinários. Porém, o recomendado é que o tratamento continue por um período de no mínimo 48 horas após o desaparecimento dos sintomas.
O antibiótico para cães Lexin, além de ajudar na recuperação do seu pet, ainda possui vários benefícios e ações para a saúde do melhor amigo. Confira a seguir!
Desenvolvido com cefalexina, matéria-prima que causa a morte das bactérias gram-negativas e gram-positivas;
Ideal para infecções na pele, no trato respiratório, urinário e geniturinário;
também pode ser usado em casos de otites.

Cuidados com esse medicamento

É importante citar que os cachorros sensíveis ao princípio ativo do medicamento, que é a cefalexina, não devem usar esse remédio. Isso porque alguns sintomas graves podem ser desenvolvidos. Por isso, é importante que, antes de medicar o seu cão com qualquer substância, o tutor converse com o médico-veterinário de confiança para receber a indicação ideal para o quadro do pet.
De acordo com a Lexin bula, os efeitos colaterais após a ingestão do medicamento podem acontecer, e os mais comuns são diarreia e vômito. Caso isso aconteça, o tutor deve levar o pet a um profissional.
Além disso, é fundamental seguir à risca as recomendações do médico-veterinário quanto à posologia e ao tempo ideal de tratamento para o cachorro. Dessa maneira, é mais fácil garantir que o pet irá se recuperar de maneira segura e saudável.
Outro cuidado importante com esse medicamento é que ele não deve ser dado aos gatos. Além disso, o tutor deve conservar o antibiótico Lexin para cachorro em embalagem, que deve ser armazenada em um local seco, com temperatura ambiente e longe da incidência solar. Além disso, é fundamental lembrar que nenhum medicamento pode ficar ao alcance de crianças e animais.

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Lexin com 6 comprimidos Duprat 300 mg”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *